Buscar
  • Vinicius Romolo Silva

Como se fortalecer na jornada empreendedora



A jornada do empreendedor pode ser longa, penosa, frustrante, assustadora e trabalhosa. Também pode ser recompensadora, apaixonante, desafiadora e empolgante. Claro que existem várias outras características dessa jornada. Mas, o que será que faz a gente continuar caminhando, fortemente, nesse terreno desconhecido, instável e cheio de incerteza?


Usar o propósito como resposta pode ser um dos fatores, mas não suficiente. Um empreendedor que vive apenas disso, no campo da subjetividade, não se torna sustentável a longo prazo, afinal, precisamos saber se estamos caminhando rumo a esse alcance do propósito.


Pela jornada ser longa, e infindável as vezes, a ansiedade por resultados vem à tona. Queremos a concretização do planejado na frente dos nossos olhos, e é ai que nos penalizamos e acabamos ruindo, por acreditarmos que o resultado disso tudo é apenas o fim. O projeto entregue, o produto pronto, os contratos assinados, o exit da start-up, um reconhecimento pela mídia, um prêmio recebido e por ai vai...


Atingir essas etapas, em nosso imaginário, é o fim da jornada e início de outra. Mas, se nos apegarmos apenas a esses resultados, não seremos justos com nós mesmos, e fecharemos os olhos aos resultados diários de nossos esforços. As pequenas conquistas. Elas importam!


Quando Amyr Klink, em Cem Anos Entre o Céu e o Mar, colocou em mente que cruzaria o oceano, da Africa até o Brasil, a remo, dentro de um barquinho de seis metros, seu objetivo final era lançar ancora em solo brasileiro. Mas, se ele passasse os dois anos de planejamento, mais os 109 dias de travessia, apenas esperando o momento de reconhecer essa conquista, arrisco dizer que ele não teria completado essa jornada.

Ao longo de todo planejamento e execução, Amyr comemorava as pequenas vitórias que a cada dia o colocavam mais próximo do objetivo final. Era um documento liberado por um governo, era a instalação de um equipamento novo no barco, a descoberta de um novo mapa, o dia da viagem para a Africa, a liberação do porto para liberar a partida, o afastamento da costa africana para que não colidisse com as rochas, um dia de calmaria que o possibilitava remar muito mais do que o planejado diário, uma confirmação nos cálculos de que estava na direção correta, o pôr do sol diário que o lembrava dos esforços que fizera no passado para estar exatamente ali naquele lugar. Tudo era motivo de comemoração, seja com 30 minutos há mais de descanso, seja com uma refeição caprichada, seja apenas com um sorriso no rosto e um grito de alívio no meio do oceano.


As pequenas conquistas nos faz acreditar que estamos no caminho certo. Que nossos esforços estão sendo recompensados a todo instante, basta apenas abrirmos os olhos, reconhecer essas conquistas e agradecermos por aquilo que acabamos de realizar. Isso é nosso alicerce para continuarmos caminhando rumo ao nosso objetivo maior, que será gratificante atingir, mas a jornada também importa tanto quanto.

65 visualizações

© 2018 Freshbizgame website criado por vromolo@gmail.com